quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Midia Alternativa Benjamin Fulford - "Os Nazionistas estão perdendo, a Europa está se rendendo, Japão está perto de uma revolução." - 15.09.2014



Provocações de pátios de escola como: "mentiroso, mentiroso, moleque se você mentir vou bater tanto no seu traseiro que vai parecer que sua calça está pegando fogo!", descrevem muito bem como o mundo vê o que se passa como o governo dos Estados Unidos, Israel e suas poucas colônias. Ninguém acredita em seus contos enganosos sobre alienígenas, ebola, decapitações, motins raciais, aviões abatidos, etc. Eles perderam a capacidade de manipular os acontecimentos mundiais.

O sinal mais claro da derrota iminente dos nazionistas veio da Europa na semana passada. Em 10 de setembro, a Rússia reduziu o fornecimento de gás para a Europa e no dia 11 os EUA anunciaram novas sanções, já no dia 12, a UE adiou indefinidamente um acordo de livre comércio livre com a Ucrânia. Este acordo com a Ucrânia, supostamente era a razão do golpe fascista que lá ocorreu e então, seu adiamento por um prazo indefinido se parece muito com uma rendição da UE para a Rússia. Além disso, as novas sanções dos EUA prejudicam a Exxon e a BP, empresas vitais para a economia dos EUA, muito mais do que ferem a Rússia.

A loja maçônica P2 está dizendo que já chegou a um acordo com o presidente russo Vladimir Putin para reformar a atual estrutura política mundial, a fim de torná-la mais justa e inclusiva para as pessoas do planeta. Disseram que o obstáculo a essa meta é o governo corporativo e desonesto dos EUA.

Por sua vez, o governo britânico reagiu à situação, ao concordar com a emissão do primeiro título do governo em renminbi (yuan), jamais emitido fora da China.


Isso é equivalente ao Reino Unido fazer um repúdio público do instrumento de escravidão por dívida do Federal Reserve Board, erroneamente chamado de dólar americano.

Além disso, na semana passada, os nazistas e o Mossad reativaram agentes que estavam inativos desde o ataque nuclear/tsunami no Japão de 11 de março de 2011 e os enviou para negociar com a Sociedade do Dragão Branco. As reuniões serão realizadas esta semana, mas a SDB adiantou que só está interessada em falar com eles, se estiverem aqui para negociar a rendição.

Num sinal de que os nazionistas estão muito preocupados com um tribunal de crimes guerra pelo 11 de março de 2011 (11/03), o agente illuminati, autodenominado "Alexander Romanov", foi levado à força para um hospital psiquiátrico na semana passada. Os médicos estão tentando convencer sua família para permitir sua lobotomia, ou submetidos a uma lavagem cerebral quimicamente induzida. Membros da família dizem que "Romanov" alertou a embaixada australiana em Tóquio, a polícia japonesa e a mídia, antes da ocorrência de 11/03, que o Japão seria vitima de um ataque terrorista nuclear. Inclusive contou a localização exata da bomba nuclear que acabou sendo usada no ataque. Suas advertências foram ignoradas e agora a policia de Koganei, Tokyo, está tentando destruir sua mente para impedi-lo de testemunhar sobre sua participação  neste assassinato em massa.

Leo Zagami, o outro agente que se autodenomina illuminati conhecido por este autor, por sua vez, foi confinado num um hospital psiquiátrico perto de Roma. Zagami também tinha conhecimento prévio do ataque 11/03. Michael Meiring, também conhecido como Dr. Michael Van de Meer, outra pessoa que sabia a verdade sobre o 11/03, foi assassinado em agosto de 2012.

Apesar destas tentativas desesperadas de encobrimento, o Japão está à beira de uma revolução contra os nazionistas e quando isso acontecer, os autores do horror de 11/03 serão caçados, prometem fontes do submundo e policiais japoneses.

Um claro indicio de mudança iminente no Japão chegou na semana passada, quando este escritor foi autorizado a falar a verdade do 11 de Saetmbro de 2001 (11/09) ao vivo, num programa de notícias de televisão de muita audiência. Os japoneses foram informados sobre a implosão do edifício 7 do WTC, o uso neocon de 11/09 como um "novo Pearl Harbour" e muito mais.

O boneco nazionista e escravo pela lavagem cerebral da Igreja da Unificação, o primeiro-ministro Shinzo Abe está sob crescente ataque. Na semana passada, foi publicada uma foto na Web, de um roteiro nazionista escrito que Abe leu recentemente e que mostra seu baixo QI.


Está escrito em japonês para super estúpidos e tem instruções contidas como "utilizar grande voz", "pausa" e "beber água".

Os bandidos da yakuza que foram subcontratados pelos nazionistas no Japão, estão sendo sistematicamente expurgados e não vai demorar muito para que sua trupe de parlamentares atores seja demitida ou dada uma nova nova historia para ler.

Os norte-coreanos já expurgaram a facção de seu país ligada ao 11/03. É por isso que eles se recusam a desempenhar sua função tradicional de “homens do saco” do Sudeste Asiático. Em vez disso, fontes nortecoreanas dizem que as reformas amistosas com o mercado, provocaram um boom por lá. "Os mercados dos povos foram autorizados, a livre iniciativa está sendo incentivada e autoridades nortecoreanas estão sendo enviados para a China e Europa para estudarem o capitalismo", relatou um funcionário da Coreia do Norte. "Os preços do arroz estão estáveis ​​e ninguém está morrendo de fome", acrescentou. Ruim para os planos de Abe, para usar uma empobrecida e desesperada Coreia do Norte para provocar uma guerra na Ásia Oriental.

Escusado será dizer que a historia que Abe levou para seus amos em Davos em Janeiro desse ano que a China estaria cercada e atacada, está caindo aos pedaços. Na semana passada, a Índia solicitou formalmente sua adesão a Rússia e da China como membro da Organização de Cooperação de Xangai (SCO).


Este movimento se produziu, apesar de uma recente tentativa de Abe de subornar o primeiro ministro indiano Narendra Modi com 35 bilhões de dólares, para se juntar a uma aliança anti China. A SCO tem uma organização conjunta contra o terrorismo e todos nós sabemos quem são  os verdadeiros terroristas: os Nazionistas.

Enquanto isso, no Oriente Médio, a situação permanece fervendo em fogo baixo. O “Presidente interino” do governo corporativo dos EUA, Barack Obama reagiu à situação de uma forma que só pode ser descrita como psicótica. Primeiramente, disse que os EUA não tinham planos para lidar com isis. Em seguida, picado por críticas à sua falta de plano, repentinamente anunciou que estava indo para destruir isis. Como é que ele vai destruir isis? Ao armar grupos que estão aliados com isis e bombardeando aleatoriamente pessoas no Iraque e na Síria? Seria surpresa que a Turquia, Iraque, Irã e outros países da região não estejam aliados a ele?

A história real no Oriente Médio é que as nações da região estão trabalhando em conjunto para criar uma federação muçulmana ou califado. Tal federação seria uma superpotencia com uma população de 400 milhões e controle de grande parte do petróleo do mundo. Neste cenário, Israel se converteria uma zona autônoma judaica dentro dessa federação. O pesadelo nazionista está terminando.


Autor: Benjamin Fulford 
Fonte primária: http://benjaminfulford.net
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

- See more at: http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2014/09/benjamin-fulford-os-nazionistas-estao.html#sthash.7diL7Qa8.dpuf




Fiquem com Luz e sempre observem tudo com a verdade do seu coração !   A Vitoria da Luz esta próxima...! 

Ssapyará (Rinaldo)

Email - rochalve@msn.com

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Mestre Hilarion - "É tempo de vocês se divorciarem das distrações intermináveis" - 14.09.2014

 


Amados,

É tempo de vocês se divorciarem das distrações intermináveis que se apresentam a partir das incessantes tentativas que lhes tiram do foco de seu saber interno, no que tange ao seu âmago, a sua essência mais profunda.

Em vez disso olhem para os céus e aos alinhamentos que estão acontecendo no cosmos. De fato, essa é a grande notícia que é importante para vocês registrarem, à medida que fazem as suas atividades e deveres diários  sobre o planeta.

Existe, agora, muita coisa que é possível de  discernir e de se redescobrir. À medida que a Terra se move mais em direção ao cinturão de tempo esférico, isso trás para aqueles que estão focados, muitas recordações e conhecimentos ancestrais. Eles estão prontos para serem reintroduzidos na civilização em evolução a qual vocês agora fazem parte. Permaneçam centrados em seu interno e vejam se estão prontos para trazerem essas recordações e conhecimentos ancestrais para diante.

A atmosfera da Terra foi semeada com novos conhecimentos que estão apenas esperando para serem colocados no foco, daqueles, tais como vocês, que ao puxarem o conhecimento do passado, ele apenas necessita receber uma atualização, para que esse conhecimento atualizado, seja de grande utilidade para os  tempos do agora.

O mundo está pronto para abraçar mais conhecimento e novos métodos que agora estão alinhados em harmonia com a Fonte, de um modo tal,  que  deixam nenhuma pegada sobre o seu planeta e não causam dano a ninguém e a nenhuma coisa sobre ele.

Esse é um potencial que agora está pronto para ser manifestado na NOVA REALIDADE de vocês. Nós estamos chamando por aquelas pessoa que se voluntariaram para trazerem isso para diante, para frente,  ou seja, para prestarem assistência durante esses tempos. Profundamente em seu interior, vocês tinham esse conhecimento e esse chamado vindo das dimensões mais elevadas irá ativar esse saber.

Nós lhes antecipamos que muitos irão responder a esse chamado e irão colocar as melhorias de seus planetas e de seus reinos, como sendo as suas prioridades mais importantes, em vez de envolverem a si mesmos em questões de ganhos e poder pessoais intermináveis, pois esse conceito anterior do passado está agora se tornando uma pilha de cinzas.

Vocês vêm de lugares do universo onde o maior e mais elevado bem de todos é a razão principal da consciência coletiva com cooperação, onde todos têm aquilo que necessitam e quando eles necessitam.

Vocês carregam consigo matrizes em seu interior que agora estão prontas para serem ancoradas em sua realidade corrente. Alguns de vocês podem estar surpresos pelos conhecimentos que surgirem através de vocês, pois eles estavam em uma área que estava sendo olhada antes com nenhuma grande seriedade, mas se vocês examinarem o seu passado, vocês irão ver que o potencial estava lá fervendo nos bastidores de suas vidas.

Permitam que isso flua através de vocês e confiem no processo, por qualquer meio que ele chegar. Percebam que todos vocês, que cada um de vocês está aqui, nesses tempos para adicionarem o seu talento único e os seus dons valorosos para a sua emergente nova sociedade, por qualquer forma que isso acontecer. Isso apenas requer a convicção e a confiança em si mesmos.

A abundância do universo está fluindo em cada vida e muitas portas estão se abrindo, até aquelas que então, estavam fechadas para as pessoas. No sentido de se receber abundância, vocês precisam abrir-se para recebê-las, e isso é feito através de seu silêncio, de seu aquietar diário. Essa abundância que estamos falando, vem nas asas do amor em forma de ideias criativas que precisam ser atendidas, pois ações são necessárias para que essas ideias criativas sejam  manifestadas.  

Com isso dito, é incumbência de cada um, manterem diariamente com muita seriedade,  um registro de um JORNAL DIÁRIO DE TODAS AS SUAS IDEIAS e pensamentos que chegarem através de vocês durante cada dia. Ao manter-se com muito cuidado Track, os caminhos e os sinais dos tempos e as datas, saibam que isso é importante também, pois, poderá ser-lhes útil mais tarde.

Os seus sancionados guias divinos estão trabalhando com vocês agora para despertarem aqueles aspectos de seu ser autêntico, imprimindo palavras, pensamentos e imagens em suas mentes.

Eles têm a intenção de lhes ajudar e dar pistas e dicas para lhes guiar em suas jornadas. Alguns dos sussurros que vocês recebem podem parecer impossíveis de serem implementados em sua situação corrente, mas se vocês registrarem isso com cuidado em seu Jornal Diário, irão ter um registro importante que irá lembrar-lhes mais tarde, quando o tempo para que eles sejam manifestados, estiver sobre vocês,

Nós, os seus guias, nos esforçamos para trabalhar com vocês para promover o seu crescimento espiritual, e também para serem capazes de ajudar em qualquer situação que vocês estiverem tentando lidar, lhes auxiliando em verem soluções alternativas ou plantando novas ideias e perspectivas em suas consciências, de modo que vocês sejam capazes de fazerem a sua vida funcionar bem.

Nós não podemos fazer o trabalho espiritual, mental, emocional ou físico de vocês, pois isso é somente sua responsabilidade, e é pertinente do domínio da orientação própria de sua alma, mas, no entanto, nós podemos e nós o fazemos frequentemente: - elevação, inspiração e emponderamento de vocês, no sentido de verem os seus caminhos através dos desafios que todos vocês têm por estarem encarnados sobre esse planeta.

Durante o tempo em que vocês estiverem se aquietando, serenamente no silencio, CONVERSEM conosco e peçam por nossa assistência em seu dia a dia de suas vidas - pois sem o pedido consciente de vocês, nós não podemos lhes dar assistência, nós precisamos aderir à lei universal da não interferência com as suas escolhas divinas dadas e o livre arbítrio de vocês. Nós estamos aqui e nós estamos prontos.

Até a semana que vem...

EU SOU Hilarion  


Canal: Marlene Swetlishoff / Tsu-tana (Soo-tam-ah) 
Fonte primária: Rainbowscribe / Moving into Luminosity
Fonte secundária: Messages of Love and Light
Tradução: Helena Renner ( helenarenner@yahoo.com.br)
- See more at: http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2014/09/mestre-hilarion-e-tempo-de-voces-se.html#sthash.44WsZSi6.dpuf


Fiquem com Luz e sempre observem tudo com a verdade do seu coração!   
A Vitoria da Luz esta próxima...! 


Ssapyará (Rinaldo)
Email - rochalve@msn.com

terça-feira, 16 de setembro de 2014

O Sono sem Sonhos - Portais para o imanifesto




O Sono sem Sonhos - Portais para o imanifesto

Todas as noites, quando entramos na fase sem sonhos do sono profundo, fazemos uma viagem à região do Não Manifesto. É nesse momento que cada um de nós forma uma só unidade com a Fonte. É da Fonte que retiramos a energia vital que nos sustenta quando retornamos ao manifesto, o mundo das formas separadas. Essa energia é muito mais importante do que o alimento: "Nem só de pão vive o homem." Mas não se chega ao sono sem sonhos de um modo consciente. Embora o corpo ainda esteja funcionando, "nós" já não existimos mais nesse estado. Você consegue imaginar o que seria penetrar no sono sem sonhos completamente consciente? E impossível imaginar, porque nesse estado não há conteúdo.

O Não Manifesto não nos liberta, a menos que sejamos capazes de chegar a ele de modo consciente. Essa é a razão pela qual Jesus não disse que a verdade nos libertará e sim que 'conheceremos a verdade, e a verdade nos libertará". Não se trata de um simples conceito de verdade. É a verdade da vida eterna além da forma, que só se conhece de um modo direto. Mas não tente ficar consciente no sono sem sonhos. E altamente impro­vável que você consiga. Na melhor das hipóteses, você pode permanecer consciente durante a fase do sonho, mas não além dela. É o chamado sonho lúcido, que pode ser interessante e fascinante, mas que não é libertador.

Portanto, use seu corpo interior como um portal de entrada para o Não Manifesto e mantenha-o aberto, de modo que você esteja em conexão com a Fonte em todas as situações. Não faz diferença, até onde interessa ao corpo interior, se o seu corpo exterior é velho ou novo, frágil ou rijo. O corpo interior não tem um tempo. Se você ainda não é capaz de sentir o corpo interior, use um dos outros portais, embora, em última análise, todos sejam a mesma coisa.





- Eckhart Tolle: Portais para o Não Manifesto  em "O Poder do Agora"




Fiquem com Luz e sempre observem tudo com a verdade do seu coração!  
 A Vitoria da Luz esta próxima...! 

Ssapyará (Rinaldo)
Email - rochalve@msn.com

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Midia Alternativa - Califato Anglo−Sionista−EUA versus os BRICS


[*] Peter KoenigThe Vineyard of the Saker
Traduzido pelo pessoal da Vila Vudu

The Saker

Dividir para governar é precisamente o que o califato ocidental pretende fazer com os BRICS. A começar pelo Brasil, Washington está empenhada em campanha para caluniar a Presidenta do Brasil, Dilma Rousseff e difamar a economia do Brasil.
Resumo da história, o Brasil é impressionante história de sucesso. Mas os patrões da imprensa−empresa de propaganda deram jeito de apresentar índices declinantes de popularidade para a Presidenta Rousseff – a tal ponto que, hoje, até a sua reeleição nas eleições marcadas para outubro, parece ameaçada. Ver-se livre da Presidenta Rousseff é exatamente o que o califato de Washington mais deseja!





A partir do momento em que os países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) manifestaram sua união-coligação e falaram de formar um Banco de Desenvolvimento conjunto (em Durban, África do Sul, dia 27/3/2013), o califato anglo-saxão-sionista só faz trabalhar para dividir o grupo. Os BRICS são quase 45% da população mundial e perto de 30% do PIB global. A “ideia−BRICS” é lançar moeda conjunta alternativa, completamente separada do dólar e da economia norte-americana da ganância.

Enquanto isso, vários outros países se integrarão aos BRICS, inclusive Argentina, Venezuela, Irã, Mongólia, Malásia e outros, que reunidos constituirão cerca de 1/3 da produção econômica e metade da população do planeta.

Isso dá aos países BRICS um perfil de força que ultrapassa as de EUA e Europa somadas. Só a China já é, não só a maior economia do mundo, como também domina o mercado asiático de cerca de 4,2 bilhões de pessoas, 60% de toda a população somada do mundo e PIB de cerca de US$ 20 trilhões, equivalente a cerca de US$ 25 trilhões, se se compara com o poder de compra da economia baseada do dólar, de cerca de US$ 17 trilhões. A Ásia registrou taxa média de crescimento de quase 8% ao longo dos últimos anos; o mundo “ocidental’”engatinhou em torno de 1%.

BRICS - alguns números
Os países BRICS não têm por que temer a interferência dos EUA – dividir para governar –  se conseguirem solidificar sua união, com solidariedade – solidariedade política e monetária, além de políticas de comércio comum – e se tiverem vontade política para realmente separar suas economias do dólar, ação é que chave para o sucesso dos BRICS.

Sir Obama – aqui também designado como “o califato ocidental” – tem muitas capacidades autodeclaradas. Vive a criar neocalifatos a serviço dele, como o Estado Islâmico do Iraque e Levante (ISIL); na sequência, põe-se a bombardear a própria criatura, fazendo o mundo crer que seriam inimigos, assiste à degola de jornalistas ocidentais e clandestinamente mantém, com dinheiro e armas sua cruzada no Oriente Médio à caça de energia e de dominar o mundo – uma cruzada que o ISIS/ISIL leva avante, em nome do supremo califato na Casa Branca.

O califato de Washington também tem seu pequeno exército de ‘nações mártires” que lutam e sofrem por ele, como os 28 membros da União Europeia, liderada (só rindo) por um grupo de sionistas neoliberais submissos a Washington e de pensamento assemelhado, fantoches cristãos−sionistas. Fazem o que Washington diz. A maioria deles sào também membros pro-forma da máquina de guerra comandada pelo Califato da Casa Branca conhecido como Organização do Tratado do Atlântico Norte − OTAN, e macaqueiam os gritos de guerra do Fog(h)−da−Guerra−Rasmussen, o fantoche−em−chefe de Obama para a Europa.

Anders Fogh Rassmussen e Barack Obama
Claro, o califato está sempre pronto, com sanções à mão contra os que não se comportem bem, especialmente sanções que ricocheteiam sobre terceiros. As mais recentes sanções contra a Rússia vieram depois de campanha de propaganda de mentiras e invencionices “jornalísticas” que custou um bilhão de dólares, de demonização de Vladimir Putin e da Rússia. Interessante: as “sanções” impostas contra a Rússia pelo guerreiro supremo de Washington – acompanhado na ação sancionatória, subservientemente, pelos servos−asseclas europeus, receberam imediata retaliação dos russos, que bloquearam grande parte dos negócios do agrobusiness com a Europa. E assim aconteceu que fazendeiros europeus lá estão com colheitas inteiras de frutas e legumes apodrecendo – e perdas estimadas em um bilhão de dólares, muitas vezes superiores a perdas que tenha causado à Rússia.

Neoliberais são gente de visão curta. São enceguecidos pela ganância, pela ânsia de lucro imediato, pelo sonho de uma “doutrina” de Dominação de Pleno Espectro – o que implica controlar os recursos, o dinheiro e os povos do mundo. Esse, contudo, é o império do califato que está condenado, porque depende de invencionices e mentiras, artes que funcionam por algum tempo com parte das pessoas, mas jamais funcionam todo o tempo para enganar todos. A verdade é que a maré já está virando – e já se começa a ver um fio de luz por trás da escuridão que a monstruosa e assassina máquina de guerra ocidental lançou sobre o planeta.

Os principais países europeus vassalos do neocalifato de Washington, Alemanha e França, e alguns dos mais vassalos mais recentes, Polônia, Hungria e República Tcheca, para citar só alguns, já começam a duvidar e a não confiar cegamente na “solução” das sanções. Estão começando a sentir o ardor da volta do chicote sobre o lombo do chicoteador.

A imprensa-empresa anglo-saxônica-sionista
O califato anglo−saxão−sionista precisa de conflitos e guerras para sobreviver. Há toda uma cadeia econômica baseada na produção de armas e na destruição. Um mundo em paz seria “o colapso” daquela ordem mundial pró-guerra.

Para alcançar seu objetivo, o califato ocidental está usando aquela sabedoria de milhares de anos: dividir para governar. Servindo-se da imprensa−empresa global e de campanha multibilionária de propaganda e disseminação de mentira, Obama e seus lambe−botas europeus primeiro confundem os povos, em todos os países e continentes, distorcem o bom−senso, na sequência implantam cunhas entre eles, entre aliados, entre vizinhos, entre culturas comuns, entre famílias – e convertem amigos em inimigos.

Não esqueçam: o dólar é dinheiro inventado, que já não vale o papel em que é impresso. É produzido à vontade e já é chamado de “alívio quantitativo” (?!) [orig. Quantitative Easing (QE)], expressão selecionada cuidadosamente justamente porque nada significa, um eufemismo usado para designar uma dívida que os tesouros nacionais acumulam como se fossem reservas monetárias, em todo o planeta.

O mesmo acontece com o financiamento da máquina de guerra eterna. Imprimir dinheiro à vontade passou a ser o passatempo que justifica todas as guerras e morticínios para conquistar os recursos físicos e humanos do planeta. O processo prosseguirá enquanto o resto do mundo permitir que prossiga. Mas já é fenômeno que começa a fenecer. Há 10, 15 anos, cerca de 90% das reservas mundiais eram denominadas em dólares norte-americanos. Hoje, essa porcentagem já encolheu para cerca de 60%.

Um BANCO para os BRICS
Dividir para governar é precisamente o que o califato ocidental pretende fazer com os BRICS. A começar pelo Brasil, Washington está empenhada em campanha para caluniar a Presidenta do Brasil, Dilma Rousseff e difamar a economia do Brasil.

Acusa-se o Brasil de corrupção e nepotismo, e a economia brasileira é “alertada” contra o risco “mortal” de uma suposta dívida privada que já chegaria a 80% do PIB. Mas as campanhas de difamação “jornalística” não explicam que, graças ao aumento da dívida privada, o PIB do Brasil cresceu cerca de 30% na última década. Ninguém explica que a dívida externa do Brasil mantém na proporção de menos de 47% do PIB; nos EUA essa proporção é de quase 101,5%; na Alemanha, de 82%.

Resumo da história, é que o Brasil é impressionante história de sucesso. Mas os patrões da imprensa−empresa de propaganda deram jeito de apresentar índices declinantes de popularidade para a Presidenta Rousseff – a tal ponto que, hoje, até a sua reeleição nas eleições marcadas para outubro, parece ameaçada. Ver-se livre da Presidenta Rousseff é exatamente o que o califato de Washington mais deseja!

Imagine um concurso real, baseado em resultados econômicos, entre o califato ocidental governado por Washington, e os BRICS. Com um PIB de cerca de 30% de tudo que o mundo produz, com mais da metade da população do planeta, os BRICS mantêm a proporção entre o PIB e a dívida, em média, abaixo de 45% (estimativas de 2014): Brasil, 56,8%; Rússia, 13,4%; Índia, 67,7%; China, 22,4%), África do Sul, 46,1%. EUA, com 101,5% nessa relação, e a Eurozona com 92,6%, perdem, longe.

Presidenta Dilma Rousseff
É claro que os BRICS nada têm a temer do califato ocidental – e de qualquer sempre provável chuva de sanções. Mas – e essa é a questão chave – o império sionista−anglo−saxão controla o atual sistema monetário ocidental. O FED, Wall Street, o Banco Central Europeu e o FMI, extensão do Tesouro dos EUA e do FED, assim como o Banco de Compensações Internacionais [orig. Bank for International Settlements (BIS)], o banco central dos bancos centrais, principal manipulador privado do ouro e das moedas nacionais – mantêm as economias ocidentais como reféns. Esse império sionista−anglo−saxão financia a máquina de guerra de EUA/OTAN.

O sistema financeiro ocidental controlado pelo império sionista−anglo−saxão tem o mesmo objetivo que a “doutrina” da Dominação de Pleno Espectro, como Obama, supremo califa e assassino−em−chefe, que atualmente presta serviços à oligarquia da indústria de armas e da indústria bancária.

É, portanto, mais que boa hora para os BRICS fazerem realmente acontecer sua prometida moeda alternativa, completamente separada do dólar e do sistema de lavagem de dinheiro montado em Wall Street. A viabilidade econômica desse sistema alternativo é entre 2 e 3 vezes superior à do dólar norte-americano.

Mas pode ser necessária uma medida intermediária, para deter o bulldozerocidental. Rússia e China e vários outros países já concordaram em negociar em suas respectivas moedas e, em particular, em negociar gás e petróleo em dinheiro não−dólar, medida que reduzirá consideravelmente a demanda pela moeda dos EUA, reduzindo, é claro, a viabilidade do dólar como moeda de reserva. Rússia e China preparam-se para lançar moeda comum, uma cesta de moedas às quais se podem acrescentar outras, de outros países que desejem livrar-se dos caninos mortais do califato monetário ocidental.

A reunião da OTAN em Newport, Gales
gerou protestos por toda a Europa
Dias 3 e 4 de setembro de 2014, a OTAN, braço militar do califato ocidental, reuniu-se em Gales, Reino Unido, para discutir sua raison d’être. A própria OTAN admite que foi a mais importante reunião desde o colapso da URSS. Participaram 60 chefes de estado, incluídos os 28 países membros da OTAN. Como se esperava, a “aliança ocidental” dedicou-se a demonizar a Rússia – país chave dos BRICS – com mentiras e sandices de tal ordem que não encontram rival na história da farsa “jornalística” mundial. O relatório final da reunião, é uma fiada de acusações sem qualquer fundamento, só provocações – semelhantes às que Fog(h) da Guerra Rasmussen vive a macaquear – e que a Rússia sequer se deu o trabalho de desmentir. As declarações da OTAN sucumbem sob o peso das próprias mentiras.

É claro, depois de 65 anos de existência e desastres por todo o mundo, a OTAN precisa de nova identidade, de uma nova Guerra Fria, ou, melhor de tudo, nova guerra diretamente contra a Rússia – pela “segurança” da Europa. Assim sendo, o califa Obama, no que, esperemos, será um de seus últimos e mais desavergonhados movimentos, está pedindo que os europeus “mexam-se” e aceitem doar pelo menos 2% dos respectivos PIB para manter a OTAN; e que aprovem legislação que permita que o complexo industrial militar meta mais armas nas bases da OTAN na Europa. É o mesmo que dizer que Obama está expondo a Europa a ataques militares da defesa russa; mais uma vez, o califato anglo−sionista norte−americano está expondo os povos europeus na linha de fogo. Líderes [só rindo] europeus, fingem que aí não haveria perigo algum para seus cidadãos.

Mas... há esperança. Como Pepe Escobar escreveu em OTAN ataca:

(...) o negócio realmente sério nesse mês de setembro (2014), o que realmente interessa, não é a OTAN. É a reunião de cúpula da Organização de Cooperação de Xangai. Aguardem as proverbiais agitações de placas tectônicas na próxima reunião da OCX – mudanças de tão longo alcance quanto as que se viram quando o império Otomano fracassou às portas de Viena em 1683.

Por iniciativa de Rússia e China, naquela reunião da OCX a Índia, o Paquistão, o Irã e a Mongólia, serão convidados a tornarem-se membros permanentes. Mais uma vez, estão traçadas as linhas de combate.

Organização de Cooperação de Xangai
A reunião de cúpula da Organização de Cooperação de Xangai pode bem vir a ser o primeiro passo na direção de uma nova ordem mundial — não a notória Ordem Mundial de “mão única” proclamada pelo califato do império sionista−anglo−norte−americano— mas uma nova direção−guia para o mundo, bem afastada do sistema financeiro e monetário da usura e da negociata, bem distante do objetivo de Washington de Dominação de Pleno Espectro — na direção de um novo mundo de estados livres, soberanos.




[*] Peter Koenig é economista e foi funcionário do Banco Mundial. Trabalhou em todo o mundo, no campo do meio ambiente e recursos hídricos. Escreve regularmente para Global Research, ICH, Voice of Russia, Ria Novosti e outras páginas internet. É autor de Implosion – An Economic Thriller about War, Environmental Destruction and Corporate Greed – romance-reportagem baseado em 30 anos de experiências do Banco Mundial em todo o mundo.




Fiquem com Luz e sempre observem tudo com a verdade do seu coração!   A Vitoria da Luz esta próxima...! 


Ssapyará (Rinaldo)
Email - rochalve@msn.com