sexta-feira, 20 de março de 2015

“Somos seres espirituais a viver uma experiência humana e não seres humanos a ter uma experiência espiritual”

Uma frase simples e quase verdadeira que muitos não a entenderão assim, pois não reconhecem a sua eternidade como seres espirituais que são. Toda esta questão começa com a simples pergunta:

Quem sou eu?

Ao tentarmos responder buscamos a continuidade do nosso Ser e começamos a descobrir que tudo o que percebemos é descontínuo ou seja: Começa e acaba. Reparem que, por exemplo, quando nos tentamos identificar com o corpo deparamo-nos com a morte das células de uma forma cíclica e mesmos o aglomerado celular do nosso corpo nasce, cresce, envelhece e morre. O Corpo é um dos nossos veículos de expressão na materialidade. É impossível identificarmo-nos com o nosso corpo pois isso seria a mesma coisa que dizermos que somos o nosso carro quando de facto somos apenas aquele que viaja nele.

Na mente residem pensamentos que começam e acabam e que se interligam como as pequenas células se interligam no nosso corpo físico para formar o órgão. Na mente o fluxo de pensamentos permite-nos raciocinar, resolver, criar, relacionar… tem memórias que se interligam formando corpos mentais tais como: crenças, conhecimento, mitos, etc. Na prática a nossa mente não é mais do que mais um veículo da nossa expressão da criação na fisicalidade.

Outros dos aspectos associados aos nossos pensamentos são as emoções. Esses ainda são mais subtis… um facto ou um pensamento podem nos emocionar de determinada forma e no momento seguinte, os mesmos pensamentos e os mesmos fatos, podem-nos emocionar de forma completamente diferente. Tal como os pensamentos, as emoções também começam e acabam. As emoções interligam-se permitindo-nos vivenciar sentimentos e aglomeram-se constituindo corpos emocionais. Um dos exemplos é o nosso corpo de dor, aquele que se deixa hipnotizar por imagens de dor e sofrimento. Por isso, estes corpos emocionais são também eles veículos da nossa expressão da nossa vivência neste mundo material.

Nesta incrível busca do contínuo e presente que nos possa identificar chegamos à energia que anima os diversos corpos percebidos e não percebidos. Esta chama de consciência universal que tende a encontrar individualidade na fisicalidade mas que é igual na essência de cada Ser Humano. É a chispa da Divindade em nós. É a pequena parcela da consciência e energia universal que nos habita. A esta presença que detectamos sutilmente em nós chamamos de espírito, aquele que simplesmente observa e que não pensa, não se emociona, não objeta, não critica e não julga.
Essa parcela de energia consciencial existente no mais profundo vazio de nós é eterna, não envelhece, não cresce nem se altera. Por isso o tempo não é referência e muito menos é o espaço.

Esta é a energia que nos anima desde a fecundação do óvulo de nossa mãe e que habita em nós, até à hora da nossa morte, libertando-se de seguida e reunindo-se à luz cósmica, se não levar consigo as memórias dos apegos e das cargas emocionais que em si cristalizaram. No momento em que nos libertamos dos nossos corpos deixamos de ser seres humanos encarnados para passarmos a ser pessoas espíritos até nos despirmos de toda a individualidade.

A tomada de consciência deste simples facto, transforma a morte apenas num portal que nos transporta para uma outra dimensão e que nos proporciona o retorno a casa e ao nossos estado mais natural que é o de sermos seres espirituais unidos e em comunhão com Mãe/Pai que TUDO é.

Como seres espirituais eternos que somos, os meros 80 anos confinados a uma fatiota biológica proporciona-nos a capacidade de criar na fisicalidade, expressando-nos não só em obras e ações espantosas mas também em pensamentos e emoções que integram uma imensa energia em evolução e expansão.

Tal como se deu o BIG BANG para a matéria no nosso Universo de LUZ também se deu o BIG BANG da Consciência divina que se mantém através de nós em evolução e expansão.

Sim… nós somos de facto Seres espirituais que escolheram viver uma experiência Humana na Fisicalidade. No entanto e nessa condição todos nós procuramos viver cada vida como vivemos a nossa eternidade, ou seja, como uma experiência espiritual.

Resta-nos uma pergunta sobre o que afinal nós somos: O que são 80 anos perante a eternidade?

Fiquem bem...

(A Mónada)
Fonte: Nave Azul



Fiquem com Luz e sempre observem tudo com a verdade do seu coração !   
A Vitoria da Luz esta próxima...! 
Ssapyará (Rinaldo)

4 comentários:

Anônimo disse...

Venho através desta mensagem fazer MAIS UM dos incontáveis APELOS pela minha vida, liberdade e DIREITO DE JUSTIÇA neste planeta. Esta é uma declaração que não se atribui só ao meu corpo físico, mas como consciência, que habita diversos mundos e possui existência. É direito de QUALQUER pessoa expor abusos e se MANIFESTAR diante de crimes movidos quanto a sua honra, liberdade e justiça. São direitos básicos, que deveriam ser assegurados independentemente do meu conhecimento ou consentimento. Ninguém é OBRIGADO a viver sob tortura, abusos e servidão a senhores. E isso esta acontecendo comigo. Certos seres, obedecendo às ordens de senhores, estão tentando me derrubar, e isso não é por princípios que determinam o sentido de moral do indivíduo. Mas, sim, pela violência, força, implantação de dispositivos que me levam a exaustão. É uma queda mental e fisiológica. Eu iria perder o controle sobre minha mente e corpo, movidos pela força, e desempenharia a função que eles quisessem, através do controle mental e físico. São personalidades imundas, sujas, doentes mórbidas e carregadas de violência. Ninguém está acima de ninguém. Eu mobilizei a população exterior, os SERES ESPIRITUAIS, e o golpe compactuado continuou com cada vez mais força. OS SERES ESPIRITUAIS, gente como eu, não me ajudaram na luta pelos meus direitos. Eles também não me apoiaram apesar de estarem cientes. Os seres que nos comandam querem tratar do assunto como algo banal, que não aconteceu, mas vou levar isso até o fim. Depois disso, não quero viver obrigada neste planeta. Tudo esteve muito longe das minhas possibilidades. Eu fui lesada e enganada neste mundo, por propostas enganosas, que hoje, são impossíveis de seres concretizadas. Sou um ser real, que possui raciocínio lógico e inteligência. E não aceito viver na privação dos meus direitos.
Não sei mais o que fazer, estou há 8 anos nisso.
Se você souber o que posso fazer para sair deste planeta, entre em contato.
Desde já, agradeço.
Anahatajemima@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Venho através desta mensagem fazer MAIS UM dos incontáveis APELOS pela minha vida, liberdade e DIREITO DE JUSTIÇA neste planeta. Esta é uma declaração que não se atribui só ao meu corpo físico, mas como consciência, que habita diversos mundos e possui existência. É direito de QUALQUER pessoa expor abusos e se MANIFESTAR diante de crimes movidos quanto a sua honra, liberdade e justiça. São direitos básicos, que deveriam ser assegurados independentemente do meu conhecimento ou consentimento. Ninguém é OBRIGADO a viver sob tortura, abusos e servidão a senhores. E isso esta acontecendo comigo. Certos seres, obedecendo às ordens de senhores, estão tentando me derrubar, e isso não é por princípios que determinam o sentido de moral do indivíduo. Mas, sim, pela violência, força, implantação de dispositivos que me levam a exaustão. É uma queda mental e fisiológica. Eu iria perder o controle sobre minha mente e corpo, movidos pela força, e desempenharia a função que eles quisessem, através do controle mental e físico. São personalidades imundas, sujas, doentes mórbidas e carregadas de violência. Ninguém está acima de ninguém. Eu mobilizei a população exterior, os SERES ESPIRITUAIS, e o golpe compactuado continuou com cada vez mais força. OS SERES ESPIRITUAIS, gente como eu, não me ajudaram na luta pelos meus direitos. Eles também não me apoiaram apesar de estarem cientes. Os seres que nos comandam querem tratar do assunto como algo banal, que não aconteceu, mas vou levar isso até o fim. Depois disso, não quero viver obrigada neste planeta. Tudo esteve muito longe das minhas possibilidades. Eu fui lesada e enganada neste mundo, por propostas enganosas, que hoje, são impossíveis de seres concretizadas. Sou um ser real, que possui raciocínio lógico e inteligência. E não aceito viver na privação dos meus direitos.
Não sei mais o que fazer, estou há 8 anos nisso.
Se você souber o que posso fazer para sair deste planeta, entre em contato.
Desde já, agradeço.
Anahatajemima@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Saudações de Luz.
Bem... Para saíres do Planeta é um pedido que está fora do alcance de qualquer ser humano te ajudar.
Por outro lado se estás cá é porque te aliaste a este Projecto Maior e estás de livre vontade embora possas não ter consciência disso.
Mas... Talvez, quando largares o teu invólucro físico tenhas a oportunidade de fazeres algo, no entanto, do outro lado, tudo sabes e tudo conheces, logo, aí duvido que mantenhas o mesmo desejo.
Acredito que de forma consciente e séria, eticamente falando não encontrarás quem te possa orientar nesse desejo.
Luís Nobre

Rinaldo Alves disse...

Queridos, cada um tem historias de vidas e vidas neste planeta e como disse o Luis Nobre, viemos para ca conscientes dos desafios. Muitas vezes a carga que temos que lidar e muito intensa mas, como aprendi, ninguem foge da sua historia.
Precisamos então entender todo o processo e a partir da aceitacão realizar o que nosso interior nos direciona rumo a nossa missão. A meu ver devemos buscar em nosso interior as respostas para nossa inquietude. Os seres que são nossos mentores, sempre estão atentos e bem proximos de nos, buscando facilitar a nossa jornada. Tenha certeza que esta amparada e mantenha-se sempre em conexão com os seres da luz, atraves de seu caminho espiritual. Se tudo esta confuso, então e preciso ir em busca da sua essência e se colocar em fluxo, para o que de melhor possa ocorrer. Somos muito admirados e amados pelos seres espirituais por termos assumido este desafio da 3D e com certeza no momento oportuno seremos reconhecidos e recompensados pelo nosso esforço. Se o caminho que segue esta estranho, procure novas portas e elas se abrirão.
Tenha fé e seja a fé, pois isso quer dizer se manter sempre em conexão e alinhamento até que o universo consiga realizar as sincronicidades que nos trarão nossas bençãos. Uma postura vitimada apenas amplia a dor que sentimos que na realidade e apenas nosso ego querendo sobreviver.

Solte que o sofrimento cessa ou seja deixe fluir, não de tanta atenção aos problemas pois isso fortalece a questão.

Fique com luz, pois a vitoria da luz esta proxima...!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...